Desassossego


*Imagem retirada da internet, autor, infelizmente, não identificado.


(Pre) senti o ar... enquanto sufoco.
Senti um respiro de vento entrando na fresta fina da pele, exposta. Quase que senti.  
Achei que era brisa escapando pela fechadura ou buraco de ver estrela no teto, mas era só o desassossego que restou daquele sopro.

Mas era só aquele desassossego mais lindo, que faz a vida girar e olhar da varanda.

Achei que pudesse ser o espirro do sonho que ficou pendurando na ponta da orelha, mas era não, era só o desassossego manso, quebrando a casa.
Quase que senti um beijo fino de um lugar distante, mas no fim, era só o desassossego que, avisando com brisa, tirou minha calmaria pra dançar.
Senti o ar... enquanto suspiro.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pitacos